Goioerê, terça-feira, 1º de dezembro de 2020 ESCOLHA SUA CIDADE
17/10/2020

Ser benção - Pr. Pedro R. Artigas

Ser benção - Pr. Pedro R. Artigas

Ser benção

Pr. Pedro R. Artigas

 

Quando lemos a Bíblia em seus capítulos inicias encontramos ali a história de como Abrão, cujo significado era “excelso pai”, foi chamado para sair de sua parentela e ir para um lugar onde Deus lhe mostraria. Não sabemos quanto tempo durou esse chamado, mas cremos que não foi de um dia para outro, mas que Deus deve ter trabalhado em seu coração para que ele deixasse sua casa. A própria história nos mostra que sua família era de muitas posses. Pelo texto Abrão, após o chamado de Deus, para sair, demora-se um pouco, e toda sua família vai junto, mas param em Harã, onde seu pai Terá vem a falecer.

Aqui se percebe o costume das famílias não se separarem, mas Abrão tem um propósito prometido por Deus, que está em Gênesis capítulo 12, versículos 2 e 3: “farei de você uma grande nação, e o abençoarei, e engrandecerei o seu nome. Seja tu uma bênção! Abençoarei aqueles que o abençoarem e amaldiçoarei aquele que o amaldiçoar. Em você serão benditas todas as famílias da terra”.

A ordem de Deus para Abrão é “se tu uma bênção”, mesmo que a tradução católica Ave Maria diga: "tu serás uma fonte de bênçãos.", fica evidente o elemento de ordem, como no decálogo, onde diz: “ não terás....”o que se acrescenta nesta tradução é a ideia de que era certo que Abrão seria uma bênção. Daí podemos dizer que o servo de Deus tem que ser uma bênção, não é optativo, mas uma ordem divina. E porquê? Porque Deus quer não só abençoar a pessoa, mas quer abençoar toda a família e também aqueles que fazem parte do convívio social da pessoa. Se atentarmos para o texto veremos que a bênção não se refere exclusivamente a Abrão e sua família, mas tem alcance universal: “em ti serão benditas todas as famílias da terra”.

Essa promessa continua tão forte e ativa como naquele tempo. E também porque se cumpriria na universalidade de Cristo, porém nem todos se convertem, mas todos ouvem e são de alguma forma beneficiados por Cristo e pelas Boas Novas anunciadas.

Quando falamos aos cristãos da atualidade será que existe relação com a promessa de Abrão? A própria Bíblia nos dá a resposta com a máxima clareza, ao  afirmar que Abraão é o pai de todos os que creem, como o apóstolo Paulo nos ensina em Romanos capítulo 4, versículo 11: “Assim ele recebeu a circuncisão como sinal, como selo da justiça que ele tinha pela fé, quando ainda não fora circuncidado. Portanto, ele é o pai de todos os que creem, sem terem sido circuncidados, a fim de que a justiça fosse creditada também a eles”.

Em Cristo, através de Abraão todas as famílias da terra são abençoadas; nos discípulos de Cristo, descendentes espirituais de Abraão, são abençoadas todas as famílias da terra. Pode parecer confuso, mas a vontade de Deus em Cristo é que todos nós sejamos abençoados.

O ser bênção é ser orientado em todos os momentos por Deus, é crer n’Ele exclusivamente, é saber que não vamos viver em um paraíso, mas que teremos aflições, assim como Abraão teve em sua peregrinação, mas pela confiança no Senhor teve sucesso.

Muitas vezes acreditamos que precisamos estar no meio de pessoas consagradas ou abençoadas par sermos também abençoados, mas palavra é clara nós precisamos ser a bênção em todo lugar onde pisar a planta de nossos pés. Não precisamos ir a lugares consagrados, nós somos consagrados se formos obedientes ao Senhor. Esse é o segredo de uma vida consagrada.

Mas obedecer ao Senhor somente quando nos é agradável pode ser fácil, mas, e quando a vontade de Deus não é igual a nossa? É aqui que devemos ser obedientes ao falar do Senhor, porque quando somos obedientes somos plenamente abençoados com a provisão d’Ele para nossas vidas. Estamos passando por uma pandemia é momento de nos converter e obedecer totalmente ao Senhor e buscar n’Ele nossa cura e a cura para todos a quem amamos. Shalom.

Fonte: Pr. Pedro R. Artigas

Pr. Pedro R Artigas

Pr. Pedro R Artigas

Escreve sobre Contato Pastoral

Pedro Rivadavia Artigas 

Pastor Metodista formado em 1985 pelo CEMETRE 

Especializado em Aconselhamento Familiar 

Formado em Técnico Químico em 1969 - Colégio Osvaldo Cruz - SP 

Especialização em Marketing pela ADVB - SP em 1974 

Atualmente aposentado Cultivando Orquídeas

Ler mais notícias

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 0011632/PR

Desenvolvido por Cidade Portal