Goioerê, sábado, 25 de junho de 2022 ESCOLHA SUA CIDADE
07/05/2022

Dia das mães - Pr. Pedro R. Artigas

Dia das mães - Pr. Pedro R. Artigas

Dia das mães

Pr. Pedro R. Artigas

Poderíamos recordar o nascimento do dia das mães, como sendo uma data especial, ou com significado próprio de uma filha, única filha.

Mas o Dia das mães tem muito mais que simplesmente a comemoração comercial ou por afinidade. Este dia podemos afirmar começa no momento em que Deus cria o mundo, e faz a mulher de uma parte do homem. Pois a palavra do Deus Eterno é clara: “E Deus os abençoou e lhes disse: sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra”. Gênesis, capítulo 1, versículo 28.

Deus ao dar esta ordem criou a primeira família e sua primeira responsabilidade, gerar filhos e filhas que fossem obedientes primeiro aos seus pais terrenos e visíveis, depois a Deus que é Pai, mas que não é visível. Tarefa primeira e importante dentro do contexto família, ensinarmos aos nossos filhos não só o comportamento, mas também a adoração a Deus, e infelizmente parece que muitos pais estão esquecendo desta importante tarefa.

Ana Jarvis no longínquo ano de 1905, faz duas coisas importantes, a primeira manter acesa em sua lembrança a imagem de sua mãe, a segunda estimular a outros que se lembrassem da ordenança de Deus. Ser mãe, é ser antes de tudo filho, e precisamos cultivar os valores de amor que nos são transmitidos, este é o maior presente que podemos dar às nossas mães neste dia.

Ser mãe envolve além do cuidado, o ensinar, o mostrar, o acompanhar nossos primeiros e derradeiros passos em direção à vida. Somos filhos, antes de sermos pais, mas parece que nos esquecemos constantemente desta primeira forma, e agimos como se nunca tivéssemos sido filhos.

Jesus dentro do ensinamento de seu Pai, mostrado a nós, nos ensina que não podemos olvidar disto, somos filhos de um Deus maravilhoso que cultiva o ato de amar. O próprio Filho de Deus amou sua mãe de maneira especial, como vivo exemplo para nós hoje, filhos e filhas.

Filhos, segui pois, o exemplo deixado por Jesus, e amemos nossas mães não somente no dia dedicado a elas, quando oferecemos presentes, mas sem dedicarmos carinho, e sim de maneira viva e intensa todos os dias de nossas vidas, com respeito, amor verdadeiro, não amor interesseiro, mas com vivo interesse pelas suas coisas, sua saúde, sua vida, sabendo que seremos mãesum dia.

NESTE DIA DAS MÃES, QUE POSSAMOS DIZER COM MUITO AMOR E CARINHO, EU TE AMO MINHA MÃE. OBRIGADO POR TUDO QUE FEZ POR MIM AO LONGO DE MEUS ANOS DE VIDA, PELOS SEUS ENSINAMENTOS, PELAS NOITES EM CLARO QUE PASSOU AO MEU LADO QUANDO ESTAVA ENFERMO, PELA ALEGRIA QUE DEMONSTRAVA QUANDO EU ESTAVA ALEGRE, PELAS MINHAS VITÓRIAS, E TAMBÉM NOS MOMENTOS EM QUE SOFRI DERROTAS, LÁ ESTAVAS MÃE ME CONSOLANDO E AMANDO.

POR ISSO MÃE, EU TE AMO. PARABÉNS PELO TEU DIA!  PARABÉNS A TODAS VOCÊS, MÃES. Que o Senhor de toda Glória as abençoe muito neste dia e sempre. Shalom.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Fonte: Pr. Pedro R. Artigas

Pr. Pedro R Artigas

Pr. Pedro R Artigas

Escreve sobre Contato Pastoral

Pedro Rivadavia Artigas 

Pastor Metodista formado em 1985 pelo CEMETRE 

Especializado em Aconselhamento Familiar 

Formado em Técnico Químico em 1969 - Colégio Osvaldo Cruz - SP 

Especialização em Marketing pela ADVB - SP em 1974 

Atualmente aposentado Cultivando Orquídeas

Ler mais notícias

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados.

Desenvolvido por Cidade Portal