Goioerê, domingo, 03 de julho de 2022 ESCOLHA SUA CIDADE

Goioerê

17/05/2022

Crianças terão acesso as aulas de karatê através de Projeto Social em Goioerê

Crianças terão acesso as aulas de karatê através de Projeto Social em Goioerê

Foi aprovado nesta segunda-feira, 16, o projeto que Declara de Utilidade Pública Municipal a Associação União Danketsu de Goioerê - AUDGRÊ que é formada por quatro academias de karatê que se uniram para desenvolverem um projeto social com objetivo de facilitar o acesso das crianças mais pobres para prática dessa arte marcial.

A AUDGRÊ surgiu através da união das academias Águas Claras, Nintai, Soares e Nishiami com a proposta de levar a prática do Karatê para os bairros para atender aquelas crianças que os pais não possuem condições financeiras de pagar uma mensalidade.

O projeto que Declara de Utilidade Pública Municipal é autoria dos vereadores Helton Maia e Fábio Plaza e vai fortalecer a associação através do apoio do poder público. “Já estamos pleiteando um recurso de R$ 20 mil, que será utilizado para compra de kimonos”, citou o vereador Fábio Plaza.

O vereador Helton Maia destacou que a proposta da AUDGRÊ é inédita e deverá servir de modelo para outras cidades. “A união dessas quatro academias, através da visão dos senseis Mário Ronei Bento, Jerimoto Gaspar, Gabriel Soares e Elton Gomes vai possibilitar que muitas crianças de nossa cidade sejam ajudadas através de uma prática esportiva”, disse ele.

De acordo com o sensei Mario Ronei, a AUDGRÊ surgiu com o propósito de fomentar o karatê na sua essência, na busca do equilíbrio e do vazio. “O karatê significa caminho das mãos vazias. Mas vazia de armas, como a inveja, a cobiça e o orgulho”, disse ele explicando que a ideia é transformar esse vazio em algo que possa ser benéfico para o ser humano.

“A luta que se propõe no karatê não é soco e chute. A luta é interna para ter paciência, respeito e autocontrole, para transformar a sociedade em algo melhor”, declarou o sensei.

Ele completou que a ideia é preencher uma lacuna existente em muitos projetos sociais que abandona os atendidos depois que deixam de ser crianças. “Nossa meta é trabalhar com esse carateca até mesmo depois de mais velho para torná-lo um campeão ou principalmente um cidadão de bem”, finalizou o sensei.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados.

Desenvolvido por Cidade Portal