Goioerê, sexta-feira, 19 de agosto de 2022 ESCOLHA SUA CIDADE

Paraná

28/06/2022

Governador anuncia novo Batalhão da PM e libera R$ 15 milhões para o CEEP de Londrina

Governador anuncia novo Batalhão da PM e libera R$ 15 milhões para o CEEP de Londrina

É o segundo batalhão da PM na cidade, para atender a Zona Norte e também outros seis municípios. Já as obras do CEEP de Londrina estavam paralisadas desde 2014. Unidade tem capacidade de atender 900 alunos, com a oferta de cursos técnicos profissionalizantes.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta terça-feira (28) a criação do 30º Batalhão da Polícia Militar (30º BPM), com sede em Londrina, no Norte do Estado. É o segundo batalhão da PM na cidade, para atender a Zona Norte de Londrina e também outros seis municípios do entorno. A mudança inclui a transformação da 4ª Companhia do 5º BPM, localizada em Cambé, em Companhia Independente da Polícia Militar.

Ratinho Junior também assinou a ordem de serviço para a conclusão das obras do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) de Londrina, para fortalecer o ensino técnico na região. Ele entregou, ainda, o certificado que garante a descentralização da gestão ambiental, que pode ser feita de forma autônoma pelo município.

Estado investe R$ 55,3 milhões e entrega 250 viaturas, 88 motos e equipamentos para as polícias

Para a criação do 30º BPM, foi extinta a 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (4ª CIPM). O novo BPM dará o suporte de segurança pública a uma população de aproximadamente 110 mil habitantes, incluindo os municípios de Alvorada do Sul, Bela Vista do Paraíso, Ibiporã, Jataizinho, Primeiro de Maio e Sertanópolis.

A expectativa, com a nova unidade, é reduzir os índices de criminalidade na região, já que haverá reforço no efetivo policial e de viaturas, permitindo melhoras no patrulhamento preventivo e ostensivo. “Há muito tempo Londrina lutava pata ter um batalhão na Zona Norte, que representa um reforço na área de segurança através da Polícia Militar. Haverá uma presença maior de policiais e de equipamentos, ampliando o policiamento”, disse o governador.

Com mais delegados, governador anuncia convocação de 400 profissionais para Polícia Civil

Na segunda-feira (28), o governador anunciou a contratação de 2 mil policiais e 400 bombeiros militares aprovados em concurso, além de ampliar o número de vagas do certame, o que vai permitir a convocação de mais mil policiais. “Com a estruturação que estamos fazendo na Polícia Militar, que incluir a contração de 3 mil policiais, conseguimos dar esse salto de investimento na cidade, que vai atender outros municípios”, ressaltou Ratinho Junior.

“Recebemos investimentos históricos em Londrina. Com o novo batalhão, Londrina deve receber mais 300 policiais, equipamentos e viaturas. Vai melhorar muito a questão da segurança da cidade e da região”, afirmou o prefeito Marcelo Belinati.

NOVOS BATALHÕES – O secretário estadual da Segurança Pública, Wagner Mesquita, destacou que na semana passada foi criado também o 31º BPM, com sede em Assis Chateaubriand, no Oeste do Estado. “A criação desses batalhões faz parte de uma reestruturação da Polícia Militar, que só está sendo possível devido às contratações em massa que o governo está fazendo na área de segurança pública, que são as maiores da história”, afirmou.

“As unidades novas que estão sendo criadas beneficiam não apenas aos locais onde são instaladas. As outras unidades da PM passam a ter uma área de atribuição menor, o que significa maior presença policial em sua área e um tempo de resposta menor no momento de atender uma ocorrência”, salientou Mesquita.

Últimos três anos registraram os menores indicadores de roubos de veículos em uma década

“A criação de outras unidades é fundamental, porque desonera a região de Londrina com a criação de 30º BPM e a Companhia Independente de Cambé. Ele pega sete municípios, que serão desmembrados do 5º BPM, que passará a atender somente a cidade de Londrina e alguns distritos”, explicou o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Teixeira. “A contratação de novos policiais vem para cobrir algum déficit que temos no efetivo e influencia na criação de novas unidades, que vão ajudar muito a segurança pública”.

CEEP LONDRINA – O Instituto Paranaense para o Desenvolvimento Educacional (Fundepar) vai destinar R$ 15,2 milhões para finalizar o CEEP Londrina. A obra teve início em 2013, mas após executar cerca de 19% do previsto em contrato, a empresa responsável acabou abandonando o projeto em 2014. Em fevereiro de 2015, as obras foram totalmente paralisadas.

Para a retomada, que atende uma determinação do governador Ratinho Junior de finalizar as obras de escolas que foram paralisadas no Paraná, foram necessárias a atualização dos projetos e a realização de uma nova licitação. Com o início das obras, o prazo de execução é de 570 dias.

Programa Estadual do Transporte Escolar completa 25 anos com 205 mil alunos atendidos por dia

O diretor-presidente do Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno, explicou que esta e outras obras foram paralisadas durante as investigações da Operação Quadro Negro, que apurou o desvio de verbas públicas na construção de escolas do Paraná. A unidade acabou não sendo incluída na operação, mas mesmo assim o financiamento do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) foi interrompido.

Já no início da gestão, o governador determinou a retomada de todas as obras paralisadas. “Tivemos uma conversa intensa com o FNDE para conseguir novamente os financiamentos, que foram retomados no ano passado. Após o processo de licitação, a obra inicia imediatamente. Serão abertas muitas vagas, atendendo uma necessidade grande de Londrina, com um colégio novo que é o que a cidade e a região precisam”, disse.

Cascavel tem novo centro de educação profissional agrícola voltado à inovação

A nova estrutura vai atender até 900 estudantes, em três turnos, com a oferta de cursos técnicos necessários às demandas dos arranjos locais de produção. O projeto em Londrina terá uma área construída de mais de 6,5 mil metros quadrados dividida em quatro blocos. No total serão 12 salas de aula, área administrativa, cozinha, refeitório, biblioteca, banheiros, ginásio coberto, laboratórios especiais, guarita e passarela.

Professores da rede estadual do Paraná são reconhecidos com o Prêmio Educador Nota 10

“O colégio de ensino profissional vai influenciar na realidade do município e na vida das pessoas. Serão 900 alunos por ano, jovens que terão sua qualificação profissional em diversos cursos técnicos e vão poder, com isso, buscar o seu primeiro emprego”, salientou o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o vice-governador Darci Piana; os secretários estaduais do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Everton Souza; do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Augustinho Zucchi; e da Comunicação Social e da Cultura, João Evaristo Debiasi; o chefe da Casa Militar, tenente-coronel Sérgio Vieira; o chefe de Gabinete da Governadoria, Darlan Scalco; o presidente do Instituto Água e Terra (IAT), José Volnei Bisognin; e os deputados estaduais Márcio Nunes, Boca Aberta Júnior, Tercílio Turini e Tiago Amaral.

 

PUBLICIDADE

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO PARANÁ - AEN

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados.

Desenvolvido por Cidade Portal