Goioerê, terça-feira, 12 de dezembro de 2017 Trocar cidade

Esportes

24/11/2017

Deiveson promete desgastar rival no clima paraense: Fazer uma luta bem corrida

Deiveson promete desgastar rival no clima paraense: Fazer uma luta bem corrida

Assim que saiu do octógono no Ibirapuera em São Paulo, Deiveson Alcântara garantiu aos jornalistas na coletiva que estaria no card do UFC Belém, no dia 3 de fevereiro. E assim acontecerá. O peso-mosca brasileiro nascido em Soure-PA enfrentará o americano Joseph Morales, na primeira luta confirmada para a estreia do evento no Norte do país. Deiveson, aliás, acredita que os estrangeiros passarão sufoco com o clima local, com temperatura média de 28°C no período segundo dados deste ano.

- Com certeza eles sentirão o clima, até porque o Morales é um cara que vem de um lugar que vai estar frio, a Califórnia. Vou procurar fazer uma luta bem corrida em cima disso para pegá-lo no gás - prometeu o lutador, em conversa por telefone com o Combate.com, citando o adversário nascido em Sacramento.

Lutando no estado natal, Deiveson também já se vê às voltas com inúmeros pedidos de amigos e familiares para conseguir ingressos para o UFC. A resposta ele garante que já está na ponta da língua.

- Já tem bastante gente pedindo, é família, amigos... Mas a resposta já está na ponta da língua quando me pedem: “Cara, vai lá na área de vendas do UFC, algum lugar vai ter, só luto lá (risos).

Para enfrentar Morales, Deiveson ainda avalia a possibilidade de treinar fora do país. Ele tem conversado com seu empresário, Wallid Ismail, para definir o camp de preparação. O objetivo seria reforçar o wrestling, principalmente depois das inúmeras quedas sofridas diante de Jarred Brooks, na capital paulista.

- Minha defesa de queda é forte, mas deixei um pouco a desejar também porque precisava que ele entrasse nas minhas pernas para finalizar na guilhotina, tanto que peguei bastante na guilhotina. Mas não é assim fácil para me colocar para baixo, mas vou procurar sempre melhorar nisso. Ainda estou conversando com meu empresário para saber como faço, se faço o camp aqui ou se viajo - disse, antes de reforçar que terminaria na Marajó Brothers sua preparação de qualquer forma.

Ainda sobre seu adversário, que assim como o brasileiro está invicto na carreira, o “Deus da Guerra” promete um jiu-jítsu afiado para encarar o rival.

- Ele é um cara que aceita trocação, só que a trocação dele é um pouco falsa, porque ele finge que vem trocar para poder agarrar e botar para baixo. 

O golpe mais forte dele é pegar as costas e finalizar com o mata-leão. Mas é um cara que não sabe jiu-jítsu, vou fazer prevalecer meu jiu-jítsu em cima dele.

Sobre a briga contra a balança, que o levou às lágrimas ao bater o limite de 56kg do peso-mosca antes da luta em São Paulo, Deiveson Alcântara prometeu mais rigor com a dieta, e admitiu que os problemas partiram do próprio descuido.

- Para a luta em São Paulo comi muito salgado, exagerei. Na minha dieta, quando era para cortar sal, estava comendo salgadinho e biscoito. Vou mudar. Agora vou procurar seguir mais rígida a dieta para no dia da pesagem não ter sofrimento - prometeu o lutador, com 13 vitórias no cartel.

 

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | SPORTV

OPINE!

CIDADE PORTAL
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso. © 2017. Todos direitos reservados.

Desenvolvido por Cidade Portal