Goioerê, terça-feira, 12 de dezembro de 2017 Trocar cidade

Região

28/11/2017 | Concebido por Mariluz

Polícia Militar de Mariluz prende agressor de Idoso de 70 anos, médica disse que teve intervenção divina

Polícia Militar de Mariluz prende agressor de Idoso de 70 anos, médica disse que teve intervenção divina

Nesta segunda-feira, 27, por volta das 10h00min, a equipe policial em serviço foi acionada, pelo hospital municipal a fim de comparecer a unidade de saúde, pois um senhor de cerca de 70 anos acabara de ser vitima do crime de roubo. 

Prontamente a guarnição deslocou ao endereço informado e ao chegar à casa de saúde encontrou um senhor de idade com a cabeça toda ensangüentada e com alguns cortes pela superfície. Questionado sobre o que havia ocorrido, o senhor José Soares da Rocha, disse que nesta madrugada foi surpreendido por um homem dentro da sua residência que exigia dinheiro ou outros pertences de sua propriedade. 

Afirmou a vitima que o autor dos fatos era um homem chamado “capetinha” o qual tinha uma cicatriz na barriga e que já fora preso uma vez e que agora se encontrava em liberdade. Continuou a declarar o Sr. José que o agente que tem por nome Rubens Carlos Sutil, vulgo capetinha, foi muito violento ao entrar em sua residência e que a todo o momento exigia dinheiro e ameaçava o idoso com um facão dizendo que se este não lhe entregasse o exigido iria morrer. 

Afirmou a vitima que não tinha dinheiro em sua residência pois ainda não havia recebido sua aposentadoria e por isso foi golpeado pelo autor com alguns golpes de foice e uma barra de ferro vindo a causar diversas lesões  na cabeça e ombro do idoso. Disse ainda a vitima que o autor conseguiu subtrair R$ 10,00 (dez reais) que estava em sua carteira.  

O Sr. José afirma que após os golpes de foice e barra de ferro que levou, chegou a cair no chão não tendo condições de buscar ajuda e que somente ao amanhecer conseguiu pedir socorro para os vizinhos, vindo a ser conduzido ao hospital por seu filho. Após a descrição dos fatos pela vítima a equipe policial militar diligenciou a fim de encontrar o autor do ilícito, e quando a equipe patrulhava pela Rua Marcelino Medeiros, nº 64, o suspeito foi visualizado e abordado. 

O agente foi conduzido à delegacia de polícia para reconhecimento pela vitima e prontamente ao ver as fotos do suspeito o Sr. José afirmou com muita certeza que aquele fora o autor do roubo em sua casa. Acrescenta-se que de fato a pessoa de “capetinha” tem uma marca de cirurgia em sua barriga, corroborando assim com a descrição passada pela vítima.

A equipe policial militar ainda se dirigiu à casa do Sr. José para tentar encontrar os instrumentos usados pelo autor para lesionar o idoso, e de fato os dois instrumentos estavam jogados próximo à porta de saída da residência. Diante dos indícios de autoria e certeza da materialidade, ao suspeito foi dado voz de prisão sendo conduzido à delegacia de Cruzeiro do Oeste para os procedimentos de polícia judiciária.

A condução do autor ocorreu no compartimento fechado da viatura policial sendo necessário o uso de algemas. Ressalta-se que a integridade física e psicológica do autor do crime fora mantida como preceitua as normas legais e também que em conversa com a médica plantonista que atendeu o Sr. José, a mesma disse que as lesões causadas no Sr. José foram de natureza grave e que a sua morte não ocorreu por traumatismo craniano por intervenção divina.

 

PUBLICIDADE

Fonte: Mariluz | Cidade Portal | 3º CRPM - 7º BPM

OPINE!

CIDADE PORTAL
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso. © 2017. Todos direitos reservados.

Desenvolvido por Cidade Portal